Não é fácil decidir que um ente querido precisa de mais ajuda e atenção do que você pode dar e chegou a hora de cogitar novas possibilidades de acomodação e residência.

A editora sênior do site Caring.com, Paula Spencer Scott, criou recentemente um guia para ajudar famílias a determinarem quando mudar parentes idosos de suas casas para ambientes mais controlados ou, então, trazer alguém para ajudar famílias.

Fique atento aos sinais:

  • Acidentes ou problemas recentes, como quedas, emergências de saúde e pequenos acidentes de carro;
  • Recuperação lenta das últimas enfermidades, agravamento e necessidade de atenção médica;
  • Piora de uma condição crônica;
  • Dificuldades de gestão de atividades do dia a dia, como vestir-se, tomar banho e cozinhar;
  • Mudanças físicas, como perda ou ganho de peso, aumento na fragilidade ou odores corporais desagradáveis;
  • Diminuição nas atividades sociais, incluindo passeios com amigos, visitas a vizinhos ou participação em eventos religiosos e outras atividades de grupo;
  • Muitos dias sem sair de casa, talvez por consequência da dificuldade de dirigir ou do medo de utilizar o transporte público;
  • Correspondência desorganizada, espalhada ou fechada. O idoso possui contas atrasadas, bilhetes de agradecimento de instituições de caridade com as quais não contribui e pilhas de revistas fechadas;
  • presença de produtos perecíveis que já venceram há bastante tempo na cozinha;
  • Eletrodomésticos de uso constante quebrados e sem sem intenção de conserto;
  • Sinais de pequenos incêndios: chamuscado nos botões do forno ou em cabos de panela, além de pegadores queimados e extintores de incêndio descarregados;
  • Uma casa que já foi bem cuidada apresenta sinais de desorganização, sujeira, limo no banheiro e na cozinha e cestos repletos de roupa suja;
  • Plantas e animais de estimação abandonados;
  • Sinais de negligência no exterior da casa, como janelas quebradas, calhas e ralos cheios de sujeira, lixo espalhado e caixas de correio cheias de cartas;

É difícil decidir a hora em que é do melhor interesse do ente querido mudar-se para uma residência assistida, onde estará seguro e bem tratado. Quando essa hora chegar, a Floripa Care estará à disposição para prover todo o cuidado e carinho que ele merece!

Fonte: Site Uol